segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Extraordinariamente (e não necessariamente [mas às vezes] exageradamente) devagar

Em bicos de pés para não darem por mim.
Dou-me e mostro-me aos outros com calma e precaução. Nunca tenho a intenção de me revelar mas manifesto-me. Devagar.
Talvez seja por ser bicho do mato ou talvez não tenha muito para dar.

8 comentários:

senninha disse...

Adorei. Muito profundo e com poucas palavras.

Sr.Jeremias disse...

devagar, como quem chupa os ossos da codorniz. devagar, quase sem se dar conta. mas a ir. sempre a chegar. devagar

Fatita disse...

devagar se vai ao longe.
gostei muito

Lu disse...

ser bicho do mato não significa não ter algo para dar...

macaco do 1ºD disse...

Estimado,

É um prazer contactá-lo e em primeiro lugar elogiar pelo bom blog que expõe a todos nós, leitores.

Envio este coment para anunciar a abertura de um novo blog, o "Macaquinhos no Sótão". http://osmacacosdosotao.blogspot.com/

Um blog pensado há muito, mas que só agora decidi abrir.

Gostaria muito de contar com a sua ajuda na promoção deste blog, colocando o link se possivel.

Como é claro, retribuirei sem piscar os olhos em colocar o seu link na minha página!

Espero uma resposta sua.

Pedro disse...

Queremos novidades:)

senninha disse...

Pensando bem, vc tem muito p dar, inclusive humildade, raridade hj em dia!

Jeff disse...

Será que estou me vendo nessas poucas palavras???? rsrsrsrs