segunda-feira, 2 de junho de 2008

Fragmentos

Pensei nisso e concordei. Depois pensei mais um pouco e acabei por discordar.
Não. Este blog não é o meu espelho. Há dias em que ele é muito melhor que eu e outros em que o supero.
O que transparece aos outros da leitura do meu blog não pode ser e não é o meu reflexo. É tudo mais complicado do que parece, dói sempre mais deste lado, o sorriso é muito menos palpável desse lado.
Muita coisa é dita e muita fica por dizer.

Não vos posso contar muitas coisas, não vos posso esconder tantas outras.
Este blog é só mais um dos vários pedaços que compõem o meu espelho.

8 comentários:

Liliana disse...

Concordo plenamente!
E faz-me lembrar um verso de uma música "how could ther really know..." e acho que isto acrescenta (ou é mais um ponto a justificar) o teu post...

beijinho

CP disse...

e será que nós os comentadores deste teu espaço alguma vez aparecemos refectidos no teu espelho?

Sofia disse...

É isso mesmo. Sinto o mesmo.

Casimiro disse...

E podia ser de outra maneira?

Liana disse...

Olha tanto a maneira como te expressaste com as ideias que transmitiste... Eu não penso doutra maneira relativamente a mim e ao meu blog...

marianinha disse...

gosto muito do teu blog fala de sentimentos e quando tu escreves sinto que estas coisas também se passam comigo

Ana rita disse...

Por mais coisas que digamos sobre nós próprios há sempre algo que fica por dizer.

Foi Bom disse...

E nao e' de todos? Beijinhos. (a verificaçao de palavras da cabo de mim, grrr)